(62)

3099-7409

Alfabetização

O método de alfabetização da Escola  DOM foi construído a partir de grandes referências teóricas da educação como Emília Ferreiro e Magda Soares, e balizado por estudos da neurociência acerca do desenvolvimento do cérebro.

Nesse sentido, não nos atemos a um único método. Inserimos também o Método das Boquinhas, que é um método fonovisuoarticulatório, e em sua proposta utiliza-se além das estratégias fônicas (fonema/som) e visuais (grafema/letra), as articulatórias (articulema/Boquinhas). Seu desenvolvimento foi alicerçado na Fonoaudiologia, em parceria com a Pedagogia, que o sustenta, sendo indicado para alfabetizar quaisquer crianças e mediar/reabilitar as dificuldades da leitura e escrita.

 

Sabemos que a consciência fonológica, associada ao método fônico, tem grande importância no entendimento de um elemento-chave da escrita: a identificação das relações entre fonemas e grafemas. Nessa etapa, é feita a tradução da forma sonora da fala para a forma gráfica da escrita e, gradualmente, são desenvolvidas as habilidades específicas de codificação e decodificação da língua escrita. Contudo, é essencial que essa aprendizagem se dê em um contexto de imersão na cultura escrita, associada ao método global, que promove a ampliação do repertório cultural e estimula a criança a descobrir o prazer e aprimorar suas competências de leitura e escrita.

Acreditamos que esses aspectos devem estar sempre associados e equilibrados na aprendizagem das crianças para que possamos formar leitores ávidos e escritores competentes.

Durante a Educação Infantil, construímos as bases do processo de alfabetização e letramento. Começamos com o desenvolvimento da consciência fonológica e conhecimento das letras aos 3 anos e avançamos até a escrita alfabética (alunos lendo e escrevendo, ainda que com incorreções ortográficas) ao longo do Infantil 5 e 1º ano.

Rolar para cima